Projeto Erasmus + "Cultural heritage of the future"

 

Meeting Eslovénia- Dia 1O Agrupamento de Escolas Diogo Cão, encontra-se a participar com 2 docentes  e 2 alunas  do nono ano no primeiro meeting do projeto Erasmus+ "Cultural heritage of the future", que decorre entre os dias 23 e 27 de outubro na Escola de Ljutomer, Eslovénia.Neste primeiro dia, que começou em Vila Real às 02h00 viajámos até Graz (Áustria), com paragem em Amesterdão (Holanda) e chegada às 00h 30m do dia 24 ao nosso destino final, Ljutomer (Eslovénia).As nossas alunas tiveram uma atitude irrepreensível demonstrado-se sempre dinâmicas, colaborativas e prestáveis.Daqui a poucas horas  iniciamos o segundo dia.

 

 

hispa

 
Dia mundial da alimentação
 
Fotos da comemoração do dia da alimentação, realizada dia 17/10/2022, no jardim de infância do Bairro S. Vicente Paula, com a participação das 4 salas e a colaboração dos encarregados de educação.
bcd
 

Recolha de Bens Alimentares do Agrupamento de Escolas Diogo Cão ultrapassa expectativas

 

Pelo segundo ano consecutivo o Pingo Doce da Rua Miguel Torga associou-se a uma das nobres causas que todos os anos é levada a cabo pelo Gabinete de Apoio ao Aluno do Agrupamento de Escolas Diogo Cão. Acreditando que fazemos as famílias mais felizes quando culminamos o propósito desta campanha mantemos o nosso slogan e sobre o mote “Um Gesto por um Sorriso” voltamos a marcar presença no passado dia 10 de Outubro das 8h30 às 20h30 para mais uma recolha de bens alimentares.

O número de famílias beneficiárias deste projeto é elevado e tem vindo a aumentar não só pelo facto das vulnerabilidades que ficaram mais marcadas com o vivenciar de uma pandemia que assolou todo o mundo, mas também pelo facto de estarmos a receber muitos alunos oriundos de outros países, cuja situação familiar ainda não está totalmente estabilizada e as necessidades básicas são necessárias e fundamentais.

Garantir que, pelo menos, os alimentos não faltam quando os tempos são difíceis é hoje cada vez mais complexo, difícil e exigente. É intenção do AEDC que as famílias dos alunos possam passar uma quadra natalícia mais aconchegante e com esta parceria sabemos que será mais fácil garantir este objetivo. Sendo já uma tradição do nosso agrupamento, contamos com a colaboração de docentes, não docentes e instituições que se juntam a esta causa.

Este ano a recolha efetuada contou com a presença de alguns elementos da equipa do Gabinete de Apoio ao Aluno designadamente a Assistente Social do Agrupamento, responsável pela ação, monitorização, avaliação socioeconómica e atribuição dos cabazes e ainda das duas psicólogas do AEDC, da coordenadora do GAA, da estagiária Inês Monteiro e da Assistente Operacional Sandra Lopes.

123

A responsabilidade social das organizações é cada vez mais um motor fundamental para que se consiga dar resposta a situações de fragilidade económica com as quais nos deparamos diariamente.

Estamos certos que iremos ajudar a marcar a diferença no natal das famílias do nosso Agrupamento. Em nome da organização, Ana Madureira e Mónica Varejão agradecem a todos os que generosamente contribuíram com os seus donativos no decorrer deste dia. Um agradecimento à Associação de Pais do AEDC na divulgação da ação e à equipa de Responsabilidade Social do Pingo Doce, na pessoa da responsável de loja, Ana Maria Abreu que nos recebe sempre com um coração do tamanho do mundo e que faz de tudo para que esta recolha tenha sempre um enorme sucesso.

Grandes ações são feitas de grandes pessoas.

                                                                                                 Agrupamento de Escolas Diogo Cão

 

O Dia NACIONAL das Acessibilidades está a chegar. Contamos contigo! Contamos com todos!

 

 

O dia 20 de outubro é, oficialmente, o Dia NACIONAL das Acessibilidades (aprovado pela Assembleia da República, em dezembro de 2020, na sequência da Petição Pública criada pela Associação Salvador).

Posts 3

 

Uma das principais causas do isolamento das pessoas com deficiência é a falta de acessibilidades. Este problema é um dos principais fatores de exclusão social das pessoas com deficiência motora. Os obstáculos, que são diários, existem dentro de casa, nos prédios, nos transportes, nos serviços públicos, nos restaurantes, nas praias.

Posts 2

Ajuda a fazer a diferença. Participa neste movimento. Todos por uma mudança efetiva na área das acessibilidades.

 

 

Subcategorias